E-commerce

Sete em cada dez consumidores já compra a retalhistas online de outros países

Sete em cada dez consumidores já compra a retalhistas online de outros países

Sete em cada dez compradores online da Europa já compraram produtos de retalhistas fora do seu país de origem. De acordo com o estudo da UPS ‘Europe Pulse of the Online Shopper’, a compra fora do país de origem do consumidor é impulsionada pelos preços e pela procura de uma marca ou produto específico.

Esta conclusão, diz a UPS, “mostra não apenas oportunidades para retalhistas que se ligam a clientes em diferentes geografias, como que os retalhistas também precisam de oferecer uma ampla gama de serviços personalizados para responder às expectativas dos compradores online.”

O estudo mostra ainda que os fatores que mais são considerados ao comprar a retalhistas noutro país incluem: segurança de pagamento (75%); indicação clara do custo total da encomenda, incluindo direitos e taxas (72%); uma política de devolução transparente (63%); declaração de todos os preços na moeda nativa do comprador (63%); e a velocidade de entrega (62%).

Abhijit Saha, Vice-Presidente de Marketing da UPS Europa, explica que “a Internet tornou as compras realmente globais, permitindo que os retalhistas comercializassem e vendessem os seus produtos a clientes em todo o mundo. A nossa pesquisa mostra que quase três quartos dos compradores online europeus compram de países fora dos seus próprios, por isso a oportunidade é abundante tanto para pequenos e grandes retalhistas que procuram expandir seus negócios. Na UPS, tornámos em missão da empresa ajudar estes retalhistas a fazerem negócios através de fronteiras internacionais com a mesma facilidade com que fazem na sua cidade”.

Para além disso, 96% dos compradores online europeus compraram em mercados que são plataformas online para vendedores de terceira linha. Destes, 67% citam melhores preços como o motivo para comprarem num mercado em vez de a um retalhista e 43% citam uma seleção mais ampla de produtos dentro de qualquer categoria.

Mais de metade (52%) dos compradores online na Europa consideram o número de opções de envio oferecidas na pesquisa e seleção de produtos online, enquanto 75% consideram importante o transporte de retorno gratuito. Adicionalmente, 63% dos compradores estão interessados em enviar para um local alternativo com horários prolongados, se as taxas forem menores do que o transporte para sua casa.