Sustentabilidade

DB Schenker utiliza motor de busca ecológico

DB Schenker com motor de busca ecológico

A DB Schenker definiu o Ecosia como motor de pesquisa standard para os seus 62.000 funcionários em todo o mundo, dando assim um passo em frente, atingindo o seu objetivo de se tornar fornecedor líder de serviços de logística ecológica: com uma pesquisa por funcionário, a equipa da DB Schenker, permitirá que 1.300 árvores sejam plantadas por dia.

Jochen Thewes, CEO da DB Schenker, salienta que “na DB Schenker, estamos cientes da responsabilidade que temos por estabelecer padrões sustentáveis em logística e estamos continuamente a testar soluções inovadoras na proteção ambiental”.

O responsável da companhia que opera no transporte terrestre, transporte mundial aéreo e marítimo, na logística de contratos e na gestão da cadeia de abastecimento, refere que “a implementação do Ecosia como o nosso mecanismo de pesquisa é a mais recente iniciativa, à medida que trabalhamos em direção ao nosso objetivo de ser o principal fornecedor de logística verde em todo o mundo”.

De acordo com a Ecosia, uma startup de Berlim, são necessárias em média 45 pesquisas para gerar receita suficiente para plantar uma nova árvore. Se cada funcionário da DB Schenker realizar apenas uma pesquisa, por dia útil, poderá ser obtida receita suficiente para plantar mais de 1.300 árvores num dia. Tal pode equivaler a mais de um milhão de árvores nos próximos três anos. Ao implementar esta solução, a DB Schenker tem o potencial de melhorar a sustentabilidade ambiental do setor de logística como um todo.

A DB Schenker pretende ser pioneira ambiental no setor da logística. Este ano, a empresa abriu o seu primeiro centro de distribuição de emissões reduzidas de carbono em Oslo, na Noruega, e atualmente está a testar o uso de camiões e carrinhas elétricas em seis países. Como parte do compromisso contínuo da DB Schenker com a iniciativa climática global EV100, a empresa está a testar continuamente unidades alternativas para reduzir a sua pegada de carbono.

Christian Kroll, CEO do Ecosia, revela, por sua vez que, “tornar o Ecosia no motor de pesquisa standard não devia ser difícil para as empresas que estão a trabalhar para se tornarem mais sustentáveis”, salientando, contudo, que “infelizmente, este ainda não é o caso”.

O Ecosia utiliza 80% da receita gerada a partir de anúncios de pesquisa para financiar organizações sem fins lucrativos com foco na reflorestação. A Ecosia trabalha com parceiros locais e concentra-se em pontos críticos da biodiversidade para plantar árvores onde estão, podendo beneficiar o meio ambiente, as pessoas e as economias locais. Até ao momento, mais de 70 milhões de árvores foram plantadas, com a receita gerada pelos utilizadores de Ecosia. Como o Ecosia é alimentada por energia renovável, cada pesquisa é negativa em carbono e remove o CO2 da atmosfera. Além disso, o Ecosia é transparente nos seus relatórios financeiros e garante a privacidade do utilizador e a proteção de dados.