Supply Chain

Generix lança nova solução colaborativa

Mercado imobiliário na logística continua em quebra

A Generix Group – empresa fornecedora de soluções colaborativas SaaS para o ecossistema da Supply Chain e do Retalho – lançou a Generix Collaborative Replenishment, uma solução SaaS de última geração para otimizar a gestão dos aprovisionamentos através da “colaboração”.

Segundo a Generix Group, esta solução oferece uma nova experiência ao utilizador com base em indicadores muito precisos, melhorando assim a produtividade dos operadores e a medição da performance e permite ao o setor dos aprovisionamentos beneficiar de inovações tecnológicas como a cloud, mobilidade, big data, ferramentas de análise e a robotização das operações.

“Para responder a consumidores cada vez mais exigentes e voláteis, a Supply Chain acompanha a estratégia de criação de valor da empresa. A Generix Collaborative Replenishment permite uma redução dos níveis de rutura. Este é um desafio ainda mais estratégico quando sabemos que a rutura de stocks causa perdas significativas de volume de negócios para os industriais,” explica Jean Charles Deconninck, presidente da Generix Group.

A solução Generix Collaborative Replenishment “reinventa a gestão partilhada de aprovisionamentos e permite aos industriais, retalhistas e 3PL, cobrir todos os processos de partilha dos aprovisionamentos: Gestão Partilhada de Aprovisionamentos, Vendor Managed Inventory, pooling ou GPA, multipick, multidrop, stocks avançados e à consignação, centros de consolidação ou massificação, entre outros”, referem em comunicado.

O serviço está disponível em modo SaaS na plataforma Generix Supply Chain Hub e beneficia, também, das sinergias com as ofertas Generix EDI Services, Generix Supplier Portal, Generix Transport Management, Generix Warehouse Management e Generix Order Management.

Segundo a Generix Group, esta solução permite:

  • Melhoria de 20 a 30 % da taxa de serviço,
  • Redução dos níveis de stock de 30 a 50 %,
  • Otimização da taxa de preenchimento do camião de 70 a 98%,
  • Redução dos custos de transporte de 10 a 15%,
  • Aumento das vendas de 2 a 3 %,
  • Eliminação de remanescente e litígios,
  • Desenvolvimentos de uma relação de confiança com o cliente,
  • Redução da pegada de carbono.