Logística

Jungheinrich aposta na distribuição

Com o objetivo de reforçar o crescimento internacional, a Jungheinrich tem vindo a apostar na distribuição própria.

Com o objetivo de reforçar o crescimento internacional, a Jungheinrich tem vindo a apostar na distribuição própria. Depois de constituir a sua própria sociedade de distribuição direta na Colômbia, no Peru e no Equador no início deste ano, a empresa adquiriu em julho deste ano o negócio do distribuidor DunaV Export-Import D.O.O., na Sérvia, estabelecendo uma sociedade de distribuição própria com os colaboradores e os ativos da companhia.

Lars Brzoska, membro do conselho de administração da Jungheinrich, sublinha que “a Jungheinrich está agora representada em 40 países por todo o mundo com a sua própria sociedade de distribuição. Na Sérvia, a Jungheinrich já é líder de mercado – e queremos que assim se mantenha. Expandimos, de forma consistente, a nossa rede global de localizações de acordo com a estratégia do grupo, de forma a usar os respetivos potenciais de mercado de forma mais ampla.”

Em 2017, a Jungheinrich registou um volume de negócios de 3,4 mil milhões de euros no ano, um crescimento de 11% face a 2016. Por detrás deste crescimento, segundo a empresa especializada em intralogística, estão “o mercado da Europa Central e o forte crescimento dos sistemas logísticos”.

Recorde-se ainda que, no início deste ano, a empresa revelou que irá lançar um serviço de carsharing aplicado aos empilhadores.

De acordo com a empresa, o ‘Power buy the hour’, como se irá chamar o serviço, será suportado por uma app que permitirá consultar os equipamentos disponíveis, performances dos equipamentos nos últimos meses e alugar o equipamento desejado e pagar, tudo no mesmo ecossistema. O equipamento é depois recolhido num depósito, bastando para isso inserir o código fornecido pela aplicação.

Em Portugal, a empresa abriu uma nova delegação no Norte do país. A empresa, cujas instalações na região Norte estavam localizadas em Mindelo, conta agora com uma infraestrutura de 650 metros quadrados na Zona Industrial da Maia.