Logística

Luís Simões fatura 61 M€ no setor do grande consumo em 2017

Luís Simões fatura 61 M€ no setor do grande consumo em 2017

A Luís Simões faturou, em 2017, cerca de 61 milhões de euros no segmento do grande consumo e efetuou 175 mil cargas de Bebidas na Península Ibérica, o que correspondeu a mais de 1300 rotas diárias. Numa nota enviada às redações, a empresa de logística refere que estima terminar 2018 com um aumento de 10,5% no seu volume de vendas dentro do setor das Bebidas.

A Luís Simões tem cerca de 1000 viaturas em circulação por dia para a distribuição de bebidas, que em 2017 transportaram 3,1 milhões de toneladas só na Península Ibérica, num total de 5,5 milhões de paletes.

“O setor de Bebidas, que engloba os segmentos de cervejas, vinhos, bebidas espirituosas, refrigerantes, sumos naturais e águas, atinge os maiores picos de vendas durante as campanhas de verão e de Natal, períodos que representam entre 60% a 70% do volume de atividade do operador logístico para este setor”, refere a empresa.

“Nesse sentido, a Luís Simões, parceira das mais relevantes empresas/marcas do setor (como Active Brands, Bacardi, Brown-Forman, Campari, Coca-Cola, Christie’s Port, Diageo, Diego Zamora, Estrella Galicia, Freixenet, Heineken, Hijos de Rivera, Parmalat, Pepsico, Refresco Iberia, Schweppes, Super Bock, Symington, Vinalda, entre outras), reforça as suas equipas operacionais para fazer face o crescimento natural dos stocks e do volume de trabalho dos seus clientes”, acrescenta.

Os três meses de verão representam, para a Luís Simões, cerca de 35% do volume total de bebidas expedidas. Este ano, com o Mundial de Futebol, a empresa estima registar um aumento nas suas atividades de co-packing.