Transportes

Associação Europeia de Fabricantes Automóveis pede metas “realistas” para as emissões dos camiões

Governo reduz portagens para veículos de mercadorias nos concelhos do Interior

A Associação Europeia de Fabricantes Automóveis (ACEA) saudou esta semana a introdução de novas regras relativas às emissões de CO2 para veículos pesados – que obrigam todos os fabricantes de veículos pesados europeus a utilizar, já em 2019, a mesma ferramenta para declarar e comunicar as emissões -, mas pede metas “realistas”.

“O mercado de veículos pesados ​​é complexo e os camiões são geralmente feitos por medida para pedidos específicos dos clientes ou são feitos por medida para uma missão específica. Como esta é a primeira vez que são definidas metas de CO2 para veículos pesados, é de extrema importância que sejam projetadas adequadamente e reflitam a diversidade do mercado de camiões”, defendeu o Chairman da associação, Joachim Drees.

Em 2019, todos os fabricantes de veículos pesados ​​europeus terão de utilizar a ferramenta VECTO para declarar e comunicar as suas emissões de CO2, uma forma de criar padrões de emissões para camiões através da utilização dos dados.