Sustentabilidade

Bruxelas aposta em mais investimento na proteção do clima

Bruxelas aposta em mais investimento na proteção do clima

O Parlamento Europeu (PE) aprovou recentemente a sua posição sobre o orçamento da União Europeia (UE) para 2020, que reforça os programas destinados à proteção do clima, criação de emprego e promoção da competitividade.

Os eurodeputados atribuem mais de dois mil milhões de euros à luta contra as alterações climáticas, uma das grandes prioridades do orçamento do próximo ano.

“O orçamento de 2020 deve preparar o caminho para o quadro financeiro plurianual 2021-2027 e ser um ponto de partida sólido para o lançamento da nova geração de políticas e programas da União”, diz o Parlamento Europeu (PE) numa resolução aprovada com 529 votos a favor, 130 contra e 43 abstenções.

Visto como uma “ponte para a futura Europa”, o orçamento do próximo ano deve ajudar a UE a enfrentar o desafio climático e proteger o ambiente de forma a criar novos empregos, a reforçar a competitividade, a promover o desenvolvimento sustentável e a garantir a prosperidade social, dizem os eurodeputados.

A assembleia europeia considera que a UE deve dar o exemplo e inspirar outros países a investir mais em despesas relacionadas com o clima, relembrando os compromissos recentemente assumidos por vários Estados-Membros no sentido de aumentar a despesa em domínios como a eficiência energética, as energias renováveis e as infraestruturas sustentáveis de transportes e de energia.

Os eurodeputados afirmam que os cortes do Conselho ao projeto de orçamento para 2020 “contrariam frontalmente as prioridades da União”, repondo, como regra geral, as dotações em todas as rubricas cortadas pelo Conselho.

O PE atribui mais de dois mil milhões de euros a rubricas orçamentais relacionadas com a proteção do clima. Reforça também a Iniciativa para o Emprego dos Jovens e o programa Erasmus+, bem como outras rubricas orçamentais relacionadas com as PME, a investigação, a digitalização, a migração e a política externa, incluindo o desenvolvimento e a ajuda humanitária, entre outras.