Mobilidade

Centro de engenharia português integra aliança mundial para a descarbonização dos transportes

Centro de engenharia português integra aliança mundial para a descarbonização dos transportes

O CEiiA – Centro de Engenharia e Desenvolvimento de Produto anunciou esta terça-feira (15 de maio) que vai integrar a Aliança para a Descarbonização dos Transportes (TDA), uma coligação de empresas, países e cidades que tem como objetivo promover a transformação do setor dos transportes rumo a uma mobilidade com zero emissões até 2050.

“Com esta aliança mundial, o CEiiA posiciona-se a nível mundial entre empresas como a Michelin, a hidroelétrica ITAIPU-Binacional ou a Alstom, mas também entre países como França, Holanda, Portugal e Costa Rica e as principais cidades europeias como Roterdão, Paris, Lisboa, entre outras”, refere a organização nacional em comunicado.

Gualter Crisóstomo, diretor de sustentabilidade do CEiiA, sublinha que “o CEiiA, que tem no seu ADN a sustentabilidade e desenvolveu a primeira plataforma de mobilidade que contabiliza emissões de CO2 poupadas em tempo real – o mobi.me, não poderia ficar de fora desta aliança, comprometido em acelerar a descarbonização e atuando como catalisador da mudança.”

A 4 de julho, este centro de engenharia marcará presença no MOB LAB Congress, um evento organizado pela IFE by Abilways e pela Câmara Municipal do Porto para debater questões chave como Veículos Eléctricos, Condução Autónoma e Mobilidade On Demand, IoT, Inteligência Artificial, Big Data, Segurança e toda a nova Economia Digital.