Transportes

Garmin termina 2017 com receita de 888 M€

Garmin termina 2017 com receita de 888 M€

A Garmin deu esta semana a conhecer os seus resultados operacionais do ano de 2017, revelando que terminou o exercício com receitas totais de 888 milhões de euros, um crescimento de 3% face ao período homólogo.

“O crescimento conjunto das áreas de outdoor, fitness, marítima e aviação foi de 9%, comparativamente ao mesmo trimestre de 2016. Estas quatro áreas representaram 78% do total de receitas. A margem bruta nos últimos três meses do ano aumentou 56,2%, valor que compara com os 54,7% verificados no mesmo trimestre do ano anterior. A margem operacional subiu para 20,2%, uma percentagem superior aos 18,6% do período homólogo de 2016 e as receitas operacionais fixaram-se nos 179 milhões de dólares, um aumento de 12%”, revela a Garmin em comunicado.

Em 2017, a marca distribuiu mais de 15 milhões de unidades, somando desde o início de atividade mais de 188 milhões de equipamentos. Para além disso, a Garmin completou o ano passado a aquisição da Navionics®S.p.A., fornecedora mundial de mapas de navegação eletrónicos e de aplicações móveis para o setor marítimo.

Salvador Alcover, Diretor Geral da Garmin Ibéria, sublinha que “devido ao bom desempenho comercial dos segmentos outdoor, aviação e marítimo de 2017, foi o segundo ano consecutivo a registar um aumento das vendas e das receitas operacionais. Prevemos mais oportunidades de crescimento para 2018 e acreditamos que estamos bem posicionados para aproveitarmos ao máximo essas oportunidades graças ao nosso forte alinhamento de produtos”.