Transportes

GMV desenvolve novo sistema de bilhética para as Ilhas Baleares

GMV desenvolve novo sistema de bilhética para as Ilhas Baleares

A GMV foi selecionada para o desenvolvimento do novo Sistema Tarifário STI-R4 do Consórcio de Transportes de Maiorca, que irá abranger os transportes públicos coletivos de Maiorca, Menorca, Ibiza e Formentera. De acordo com a tecnológica, este sistema permitirá a a gestão da cobrança em todos os meios de transporte coletivo disponíveis na região.

“Os beneficiários deste sistema serão os operadores das diversas entidades gestoras dos transportes das Ilhas Baleares, como é o caso do Consórcio de Transportes de Mallorca (CTM), da Empresa Municipal de Transportes de Palma (EMT Palma), do Consell Insular de Menorca (CIME), do Consell Insular de Ibiza, do Consell Insular de Formentera e do Metro de Palma y Servicios Ferroviarios de Mallorca (SFM)”, refere a GMV em comunicado.

“O equipamento tecnológico fornecido juntará tecnologia de pagamento com cartões bancários contactless e smart cards incluindo o serviço de pagamento EMV em colaboração com a Redsýs e Banco Santander, incorporando todas as vantagens de um sistema de bilheteira bilhética baseado na nuvem (ABT). Ao abrigo deste contrato, a GMV implementará nos autocarros pertencentes no âmbito deste consórcio 1652 validadoras e 611 leitores duais EMV/smart card, 1247 câmaras de videovigilância e 611 painéis de informação interiores. Em estações de metro e comboio, a GMV também fará a adaptação de 238 barreiras e 62 máquinas de venda automática, possibilitando o seu funcionamento com tecnologia EMV”, acrescenta a companhia.

De acordo com Antonio, Hernández, Diretor de Desenvolvimento de Negócio de Sistemas Inteligentes para os Transportes da GMV, “a incorporação de tecnologia EMV juntamente com a aposta do Consorcio de Transportes de Mallorca pela implementação de um sistema na vanguarda tecnológica, fazem com que este projeto seja pioneiro em Espanha e referência na Europa em face das próximas atuações que se empreenderão no setor da bilheteira para os transportes públicos”.