- Logistica e Transportes Hoje - http://www.logisticaetransporteshoje.com -

Governo pretende alargar benefícios fiscais à compra de carros elétricos

O ministro do Ambiente, João Pedro Matos Fernandes, disse esta quinta-feira (24 de outubro) que, em 2020, é preciso aumentar o orçamento do Governo destinado aos incentivos à compra de carros elétricos [1]. Foi durante o programa Manhã TSF que o responsável pela pasta do Ambiente disse que a neutralidade carbónica “merece ser apoiada e tem de ser apoiada”.

Matos Fernandes deu como exemplo a atribuição de 3000 euros “para os primeiros veículos elétricos que foram adquiridos durante este ano e nos anos anteriores”, uma medida que “para o ano tem de ser aumentada, não no valor individual, mas no budget para esta mesma política”, disse.

De acordo o ministro do Ambiente, para que Portugal cumpra o objetivo de se tornar num País neutro em emissões de carbono até 2050 [2], é preciso investir “mais dois mil milhões de euros do que seria expectável em cada ano”.

O ministro afirma que 90% desse investimento deve recair sobre as famílias, de forma a substituir os quase cinco milhões de veículos movidos a combustíveis fósseis. Dos 10 a 15% de investimento público que é feito em prol da descarbonização, “a maior fatia está nos transportes”, disse inda Matos Fernandes, apontando o “grande investimento” na ferrovia que “tem de ser feito no País todo” assim como aquele que “tem de ser feito” nas duas grandes áreas metropolitanas.

João Pedro Matos Fernandes prevê nos próximos dois a quatro anos se verifique um “momento da disrupção” na forma como as pessoas encaram os transportes nas cidades. Para lá da ação do Governo, defende que devem ser mudados hábitos de deslocação.