Transportes

Medway e Renfe passam a assegurar operação no Terminal de Mérida

Medway e Renfe passam a assegurar operação no Terminal de Mérida

Partiu esta quinta-feira (23 de novembro) a primeira locomotiva do Terminal de Mérida com destino a Portugal, uma circulação que resulta de uma parceria entre a Medway e a Renfe, que passou a assegurar a operação daquele terminal desde o dia 15 de novembro.

Em comunicado, a Medway, antiga CP Carga, explica que a locomotiva que seguiu para Mérida é composta por 22 vagões e tem um comprimento de 460 metros, transportando 1190 toneladas brutas de produtos estremenhos, como concentrado de tomate e vidro. A viagem deverá ter uma duração de nove horas.

“Numa primeira fase, este tratar-se-á de um serviço entre os portos nacionais (Sines, Lisboa e Setúbal) e o porto seco de Mérida, com duas ligações semanais que irão alargando primeiro a para três, embora com o objetivo de chegar às seis. No futuro, pretende-se também alargar este serviço a outras localidades em Espanha e em Portugal”, explica a Medway.

Medway e Renfe passam a assegurar operação no Terminal de Mérida

Segundo Carlos Vasconcelos, Administrador da Medway, “este é um importante passo na estratégia de atuação da Medway que pretende alargar a atividade para Espanha.” A Medway diz ainda que, “dada a capacidade de exportação da região da Extremadura” espanhola, as empresas estão a avaliar a possibilidade de passar a transportar produtos alimentares congelados em contentores próprios, tendo como destino final o mercado internacional.

A Medway e a Renfe passam assim a assegurar a operação do Terminal de Mérida por um período de concessão que é de cinco anos e que poderá ser renovado por mais outros dois anos. “O objetivo deste negócio é o de criar uma plataforma para receber e entregar mercadorias, designadamente contentores, que sirvam toda aquela região espanhola, oferecendo ao mercado condições de maior proximidade para facilitar as importações e exportações daquela zona”, revelam.

Importa ainda referir que, até ao final deste ano, as empresas esperam atingir as 20 mil toneladas de mercadorias transportadas através deste novo serviço.