Transportes

UPS encomenda 125 camiões eléctricos à Tesla

tesla semi

A UPS acaba de anunciar a encomenda de 125 novos camiões elétricos da Tesla. Os camiões vão juntar-se à  frota de veículos alternativos e de tecnologia avançada da UPS, composta por camiões e tractores impulsionados por eletricidade, gás natural, gás propano e outros combustíveis não tradicionais.

“Há mais de um século que a UPS lidera a indústria no teste e implementação de novas tecnologias para operações de frota mais eficientes. Estamos ansiosos por expandir o nosso compromisso de frota de excelência com a Tesla”, adianta Juan Perez, responsável de Informação e Engenharia. “Estes camiões elétricos estão preparados para inaugurar uma nova era em segurança melhorada, impacto ambiental reduzido e custo de propriedade reduzido.”

A UPS forneceu à Tesla informações dos percursos dos seus camiões como parte da avaliação da empresa sobre o desempenho esperado para o ciclo de serviço UPS.

O semi-trator da Tesla atinge um alcance de até 800 quilómetros numa só carga, uma experiência de cabine sem paralelo para motoristas, segurança na estrada aprimorada e, no longo prazo, uma redução significativa do custo de propriedade. As características de segurança incluem: travagem de emergência automática, controlo de cruzeiro adaptativo, orientação automática da faixa, travão por cabo e direção por cabo com redundância.

Uma análise do governo dos EUA aos recursos de assistência ao motorista da Tesla indicaram reduções nas taxas de acidentes em 40%. A Tesla prevê iniciar a produção dos veículos em 2019 e a UPS estará entre as primeiras empresas a colocar os veículos em uso.

“A encomenda dos veículos da Tesla pela UPS complementa e propõe um avanço ao compromisso geral da empresa de reduzir as suas emissões absolutas de gases com efeito de estufa das operações terrestres globais em 12% até 2025, uma meta desenvolvida com recurso a uma metodologia aprovada pela iniciativa Science Based Targets”, indica a transportadora.

A UPS estabeleceu a meta de, até 2025, 25% da eletricidade que consome partir de fontes de energia renováveis. Adicionalmente, até 2020, a UPS prevê que um em cada quatro novos veículos comprados anualmente seja um veículo de combustível alternativo ou de tecnologia avançada, acima dos 16% de 2016. A empresa também estabeleceu um novo objetivo em como até 2025, 40% de todo o combustível terrestre será de fontes alternativas à gasolina e ao diesel convencional, um aumento sobre os 19,6% em 2016.