Mobilidade

53% dos portugueses imagina-se a viver sem carro 

53% dos portugueses imagina-se a viver sem carro

A maioria dos inquiridos portugueses (53%) imagina-se a viver sem carro, de acordo com o Observador Cetelem Automóvel 2020. Porém, 35% dos portugueses refere que só viveria sem carro sob certas condições e 19% responderam “sim, absolutamente”, perante a ideia de um dia não ser proprietário de um carro.

Segundo o relatório, 47% dos portugueses não imaginam viver sem carro e 92% acreditam que na próxima década vamos continuar a adquirir automóveis. Sobre a possibilidade de utilização gratuita dos automóveis, 24% dos portugueses acredita também que vai ser possível utilizar um carro sem qualquer custo associado, enquanto 76% não vislumbra esta possibilidade. Já a nível global, 41% do total de inquiridos acredita que não vai ser possível (menos oito pontos percentuais na média europeia) a utilização gratuita de automóveis.

No total dos 15 países, a maioria (57%) também se imagina a viver sem carro, mesmo assim 86% dos inquiridos acredita que iremos continuar a comprar e a possuir carros nos próximos 10 anos.

Numa análise detalhada aos países, é possível observar que 6 em cada 10 concorda com esta afirmação. No caso da China, 8 em cada 10 inquiridos expressam-no de forma clara (79%), enquanto os franceses são os que menos consideram um futuro sem automóvel (43%).

Numa análise por faixas etárias, verifica-se que os inquiridos entre os 18 e os 34 anos de idade são os mais propensos a considerar uma vida sem possuir um carro.