Mobilidade

“A aposta na mobilidade elétrica está em linha com a nossa estratégia”

Pedro_Almeida_Lidl_2

Apresentado que foi o projeto de mobilidade elétrica do Lidl, a LOGÍSTICA&TRANSPORTES HOJE falou com Pedro Almeida, diretor-geral Regional Centro do Lidl Portugal. Garantidos estão, até fevereiro de 2021, um total de 41 carregadores disponíveis em locais Lidl de norte a sul do país.

No âmbito do novo projeto de mobilidade elétrica apresentado pelo Lidl, serão 41 o total de postos de carregamento disponíveis em fevereiro de 2021. Que importância tem esta iniciativa na estratégia de sustentabilidade do Lidl em Portugal?
O compromisso de mobilidade elétrica do Lidl surge no âmbito das políticas de sustentabilidade que temos vindo a implementar, tendo por base a nossa estratégia de responsabilidade corporativa, sob o mote “A caminho do amanhã”, alicerçada em três pilares de atuação responsável e sustentável: promoção de estilos de vida sustentáveis, apoio às comunidades locais e proteção do planeta. A partir destes, melhoramos continuamente o nosso negócio para criar valor para a nossa sociedade, colaboradores e parceiros comerciais.

Esta iniciativa de mobilidade elétrica, totalmente financiado por capitais próprios Lidl, num investimento de 1 milhão de euros, visa promover hábitos mais sustentáveis na sociedade, facilitando o acesso e deslocação em carros elétricos. A realidade atual exige medidas em prol do ambiente e uma sensibilização para novos hábitos, satisfazendo as necessidades atuais, sem comprometer a possibilidade de satisfação das futuras gerações.

Este projeto tem por objetivo promover a mobilidade de baixo impacto ambiental, através da instalação de uma rede de mais de 38 postos de carregamento para carros elétricos nas nossas lojas, até fevereiro de 2021, e cuja localização estratégica permite aos utilizadores viajarem de norte a sul do país, garantindo que para tal não ficam sem energia. Os postos de carregamento permitirão um abastecimento quase completo durante uma ida regular às compras, resultando igualmente numa poupança de tempo.

Estes postos de carregamento são, contudo, para o cliente final. Que políticas tem o Lidl adotado internamente, na logística, armazéns, transportes, até mesmo com os fornecedores, de forma a mitigar a pegada carbónica?
Assumimos como parte integrante do nosso negócio a gestão eficiente dos recursos necessários ao funcionamento das nossas instalações, como a energia.

Nas nossas novas lojas, ou em remodelações de lojas existentes, procuramos identificar soluções que diminuam os consumos de recursos na fase de operação da loja. Nesse âmbito, privilegiamos o investimento em equipamentos de tecnologia de ponta e em energias renováveis, o que nos permite fazer uma utilização mais eficiente de energia. Falamos de equipamentos e tecnologias mais eficientes, como sistemas de gestão técnica automatizada, iluminação LED, ou instalação de painéis fotovoltaicos.

lidl_mobilidade_verde_2Em 2018 o Lidl obteve a certificação ISO 50001 reconhecendo a necessidade e importância da existência de um sistema de gestão de energia que permita definir, implementar e monitorizar medidas visando a redução do consumo energético.

Dando continuidade a essa estratégia energética global, o Lidl garante agora que o fornecimento de energia de todos os seus edifícios (sede da empresa, quatro entrepostos e lojas), é feito com recurso a fontes de energia 100% renováveis e verdes, o que resultou na obtenção do certificado de garantia de origem “Energia Verde – Classe A”, referente a 2019, atestado pela AENOR, entidade internacional com competências para a certificação de qualidade.

A nível de mobilidade, desde 2016 que o Lidl disponibiliza estações de carregamento para carros elétricos em três das suas lojas – Abóboda, Sacavém e São Mamede de Infesta – assim como na sede da empresa. Privilegiamos ainda a ocupação total dos camiões e otimização das rotas, na deslocação de mercadorias.

É nosso objetivo reduzir, sempre que possível, a nossa pegada de carbono e alcançar a máxima eficiência das nossas operações em loja, entreposto e sede.

Esperam lançar com esta iniciativa uma espécie de alerta que poderá ser seguido por outros retalhistas em Portugal?
Com esta iniciativa pretendemos fomentar o compromisso dos portugueses para com o ambiente, sensibilizando cada vez mais a sociedade para as questões ambientais. A sustentabilidade faz parte do nosso ADN e continuará a ser uma das nossas prioridades, pelo que a aposta na mobilidade elétrica está em linha com a nossa estratégia que prevê, em várias frentes, a proteção do planeta. Reforçando este compromisso, o objetivo será contribuir para uma mobilidade mais amiga do ambiente.