Quantcast
Tecnologia

AMT implementa Observatório dos Mercados da Mobilidade, Preços e Estratégias Empresariais

Business Intelligence

A Autoridade da Mobilidade e dos Transportes (AMT) assinou, recentemente, um contrato de aquisição e implementação de uma infraestrutura tecnológica de suporte ao sistema de Business Intelligence do Observatório dos Mercados da Mobilidade, Preços e Estratégias Empresariais (Observatório).

A escolha do prestador de serviços resultou de um concurso público internacional limitado por prévia qualificação realizado durante o ano de 2020, cujo consórcio vencedor foi a MEO – Serviços de Comunicações e Multimédia, S.A. com a GIANTSTEP, Lda. O projeto terá uma duração máxima de 18 meses, com finalização prevista para junho de 2022.

 

De acordo com comunicado da entidade, a nova plataforma de suporte ao Observatório, de natureza transversal a todas as unidades orgânicas da AMT, permitirá “robustecer o processo de tomada decisão da AMT, enquanto Regulador Económico Independente; facilitar e maximizar as interações e todo o processo de recolha, tratamento e análise da informação transmitida entre a AMT e os agentes económicos e entidades públicas; suportar o desenvolvimento de políticas públicas, na medida em que divulgará de forma sistemática, periódica e atualizada informação estatística, estudos, relatórios, inquéritos e outra informação relevante”.

Com o Observatório será possível, de forma mais imediata a sistemática, “obter e divulgar informação sobre, entre outros, o funcionamento dos mercados, as dinâmicas de constituição de preços e tarifas, a eficiência e performance das entidades reguladas e respetivas interações, bem como as relações e os impactos deste ecossistema sobre as políticas públicas nomeadamente no que refere à sustentabilidade ambiental, energética e social”, diz a AMT.

 

Com a assinatura deste contrato iniciam-se os trabalhos de Desenho Técnico e implementação da Solução Tecnológica que vai dar suporte ao Observatório de que se destaca a criação de uma Data Warehouse, possibilitando, através de ferramentas de Data Mining, a análise e tratamento dos dados dos e todo o Ecossistema da Mobilidade e dos Transportes.

A relevância e a importância deste projeto de âmbito nacional, foram expressamente reconhecidas pela Agência para a Modernização Administrativa, através da aprovação do cofinanciamento, com cerca de 57% do valor do global do projeto, pelo Fundo Social Europeu, enquadrando-o no Sistema de Apoio à Modernização e Capacitação da Administração Pública.

 

Desta forma, a AMT também se alinha com as recomendações da Comissão Europeia, no sentido da promoção da digitalização do setor da mobilidade, como um fator crítico para a implementação de uma Mobilidade Eficiente, Inclusiva e Sustentável em toda a União Europeia.