Transportes

ANTRAM focada em manter os postos de trabalho

ANTRAM

Face à informação veiculada recentemente em diversos meios de comunicação social, a https://www.logisticaetransporteshoje.com/destaques/antram-junta-se-a-15-associacoes-europeias-para-pedir-acordo-no-pacote-rodoviario/ esclarece, em comunicado, que a associação e suas associadas estão “essencialmente focadas em manter os postos de trabalho nesta altura que é também muito delicada para as empresas”, salientando que “as frotas da maioria das empresas estão praticamente paradas, os prejuízos são brutais, sem solução à vista e só em estado de união entre empresas e trabalhadores poderão ser encontradas soluções que permitam a sobrevivência de empresas e postos de trabalho”.

Por isso, a associação liderada agora por Pedro Polónio, pede aos sindicatos e aos trabalhadores, que se “foquem no verdadeiro problema e no que ele representa: um vírus que coloca em causa a sobrevivência das pessoas, das empresas e dos postos de trabalho”.

Além disso, a ANTRAM informa que “não chegou a qualquer entendimento com o Governo sobre sujeição, ou não, dos motoristas a quarentena”. O entendimento conhecido da Direção Geral de Saúde (DGS) e do próprio Governo de Portugal, coincide, na íntegra, com o entendimento dos demais países europeus e com a própria Comissão Europeia perante a situação excecional que se vive.

A ANTRAM tem mantido contactos com o Governo no sentido de os motoristas serem mais protegidos e serem contemplados com a atribuição de equipamentos de proteção, com o Governo a responder com evidente preocupação e interesse, embora limitado pela escassez de máscaras e luvas.