Portos

APDL reforça medidas de contingência no Porto de Leixões

Julho foi o melhor mês de sempre no Porto de Leixões

A Administração dos Portos do Douro, Leixões e Viana do Castelo (APDL) reforçou as medidas de contingência na infraestrutura portuária de Leixões.

A deliberação adaptou o porto e as operações portuárias para garantir a proteção de todos os trabalhadores e a movimentação de carga.

A APDL anunciou que redimensionou as equipas, por forma a interromper possíveis cadeias de transmissão e para garantir a capacidade de substituições, caso se venha a verificar uma ocorrência de COVID-19.

“Esta estratégia revela-se imprescindível em serviços cuja especialização tornam a sua substituição impossível, nomeadamente nos principais serviços: portaria única, reboques e tripulações, e pilotagem, referem em comunicado.

As medidas de contingência implementadas permitem que o Porto de Leixões continue a funcionar dentro da normalidade, perante o atual contexto.

Medidas Implementadas no Porto de Leixões: 

  • Redução do horário de atendimento de camiões de contentores na Portaria Principal;
  • Suspensão de todos os serviços de aluguer de transporte marítimo nas lanchas de Pilotos, para transporte de técnicos e ou rendições de tripulação ao largo;
  • Suspensão de manobras durante o período noturno (00h00 às 06h00), salvaguardando-se sempre as questões de segurança e emergência, para as quais estará garantida a adequada e pronta resposta.
  • Os fornecimentos de mantimentos ao largo só serão efetuados se justificada a sua imperiosa necessidade e se estiver em causa a segurança e bem-estar das tripulações. Este serviço terá de ser planeado de acordo com o movimento portuário, o que poderá implicar tempos de espera.