- Logistica e Transportes Hoje - https://www.logisticaetransporteshoje.com -

Big Data: A logística pôs o pé no acelerador na L&TH

É, praticamente, unânime ouvir-se que os dados são o novo petróleo. Cada vez mais os dados, ou melhor, Big Data assumem um papel crítico no dia-a-dia de qualquer organização e o setor da logística não é exceção. Recolher, produzir, utilizar e medir os seus impactos está na ordem do dia. Certo é que, sem significado e propósito, os dados são apenas uma coleção de artefactos. E o Big Data é apenas uma coleção maior.

Certo, também, é que a logística pôs o pé no acelerador.

Contudo, a primeira edição da revista LOGÍSTICA&TRANSPORTES HOJE deste novo ano de 2020 começa com a entrevista ao Prémio Carreira, entregue no final do ano, por altura das Conferência L&TH. José Paulo Santos Duarte, administrador da Transportes Paulo Duarte, continua a acreditar que “o mercado cada vez mais é por estrada”, até porque, “as estradas já estão feitas e os camiões estão cada vez mais autónomos e com combustíveis limpos”.

Como referido, as Conferências L&TH “circularam à volta das “smart miles”, abordando a “first”, “middle” e “last mile”, percorrendo ainda as milhas sustentáveis, cada vez mais, tópico no que concerne os setores da logística e dos transportes.

Na logística, estivemos à conversa com Geraint Thomas, European Sustainability Director da CHEP, e contamos-lhe o que faz, afinal, da Brambles uma das empresas mais sustentáveis do mundo.

Viajámos até Leixões para perceber o que significará o investimento de 147 milhões de euros no aumento das acessibilidades marítimas e na construção de um novo terminal.

Nos transportes, a globalização das vendas através do e-commerce movimenta, a bom ritmo, o transporte expresso em Portugal e foi motivo suficiente para tentarmos saber como está este mercado. Flexibilidade e conveniência das soluções, aceleração da velocidade das entregas (até à instant delivery), foco nas necessidades e na experiência dos clientes, mobilidade sustentável e eficiência de custos e operações são algumas das tendências que as empresas poderão transformar em oportunidades, num setor onde o domínio do comércio eletrónico impõe muitos desafios aos processos logísticos.

Chegada no último trimestre de 2019, a Ford Trucks pretende posicionar-se como uma alternativa às marcas premium. É assim que Bruno Oliveira, general manager da Ford Trucks Portugal coloca a marca no nosso país. Até porque, “há três décadas que tínhamos os mesmos players”, pelo que a entrada da marca veio abanar um pouco o status quo.

As opiniões pertencem a Edoardo Cotichini (Konica Minolta) e João Mota (Michael Page).

Boas leituras!