Quantcast
Transportes

Correio Expresso e Serviços de Paquetes faturam 755 milhões de euros em 2019

correio_expresso_paquete

O volume de negócios do setor de Correio Expresso e Serviços de Paquetes registou um crescimento de 4,9%, em 2019, para 755 milhões de euros, indicam os números do Observatório Setorial da Informa D&B. O segmento de serviços de paquetes empresarial, por seu turno, representava, nesse mesmo período, cerca de 65% do valor total, com vendas que ascendiam a 487 milhões de euros, enquanto a atividade de serviços de paquetes industrial atingiu um valor de 268 milhões de euros, equivalente a 35% do total.

Os dados mostram, de resto, que a procura do setor de correio expresso e serviço de paquetes evoluiu positivamente no período 2013-2019, em Portugal, impulsionada pelo crescimento da atividade empresarial e o consumo privado e pela evolução positiva do comércio externo e a expansão do comércio eletrónico.

O negócio associado ao transporte nacional, por sua vez, aumentou ligeiramente o seu peso em 2019, tendo registado um aumento de 5,4% face a 2018, enquanto a faturação por serviços de transporte internacional cresceu 4,4%.

DBK_Estafetas_Correio_ExpressoO estudo salienta que a crise económica provocada pela pandemia da COVID-19 “constitui a principal ameaça com que se confrontam os operadores a curto prazo”. Assim, em 2020 prevê-se uma quebra do volume de negócios setorial, após sete anos consecutivos de crescimento.  As previsões para 2021 apontam para uma recuperação moderada, ainda que não atinja o valor registado em 2019.

No que diz respeito à oferta disponível no mercado nacional, a D&B admite que a curto ou a médio prazo “é de esperar uma implantação crescente dos mais recentes avanços tecnológicos nas operações, um aumento da concentração empresarial e um crescimento da internacionalização das empresas portuguesas de maior dimensão”. Além disso, prevê-se, também, “um acréscimo das operações de transporte associadas ao comércio eletrónico transnacional”.

De referir que no mercado português estão presentes filiais de grandes grupos estrangeiros, principalmente no segmento de serviços de paquetes internacional. O grau de concentração empresarial aumentou nos últimos anos, detendo os cinco principais operadores em 2019 uma quota de mercado conjunta de quase 52%, percentagem que se situa acima de 70% quando considerados os dez principais.

Mob Lab Congress 2020