Transportes

DB Schenker continua apostada no Volodrone

Volocopter_Volodrone_DB_Schenker

A DB Schenker e a Volocopter anunciaram um investimento do fornecedor de serviços de logística global no pioneiro sistema Urban Air Mobility (UAM), com a Volocopter a ampliar o seu financiamento da Série C para um total de 87 milhões de euros.

Além da DB Schenker, a Mitsui Sumitomo Insurance Group, a MS&AD Ventures e a TransLink Capital (Japan Airlines e Sompo Japan Insurance) participam como novos investidores, os atuais investidores Lukasz Gadowski e btov. O financiamento irá para a certificação do VoloCity, contratando mais especialistas do setor e um VoloDrone de segunda geração para garantir a comercialização do produto de drone de carga para cargas pesadas. Até ao momento, a Volocopter tem um financiamento total de 122 milhões de euros.

A Volocopter está a desenvolver aeronaves elétricas autónomas de descolagem e aterragem vertical (eVTOL), e. o VoloCity, para oferecer serviços de táxi aéreo nas grandes cidades do mundo, como um complemento às opções de transporte existentes.

Recentemente, a empresa realizou um voo público sobre o reservatório de Marina Bay, em Singapura, demonstrando a maturidade da sua tecnologia. Um protótipo VoloPort em grande escala em exibição permitiu que os visitantes experimentassem como a UAM poderá ser no futuro. Isto testemunha a abordagem holística da Volocopter à UAM como um ecossistema. Em outubro do ano passado, a Volocopter apresentou o demonstrador do seu VoloDrone, marcando a expansão da empresa nos setores de logística, agricultura, serviços públicos e construção.

“Estamos convencidos de que a tecnologia Volocopter tem o potencial de levar a logística de transporte para uma dimensão superior para os nossos clientes”, diz Jochen Thewes, CEO da DB Schenker. O responsável admite ainda que “ao integrar o VoloDrone na nossa cadeia de suprimentos do futuro, poderemos dar resposta ao pedido dos nossos clientes de entregas rápidas, remotas com emissão neutra”.

“Dar vida à mobilidade urbana para passageiros e mercadorias é uma grande ambição e, com os nossos novos parceiros, trazemos a experiência e os fundos necessários a longo prazo para tornar realidade esta forma inovadora de mobilidade”, afirma, por seu lado, Florian Reuter, CEO da Volocopter.

A Volocopter recentemente promoveu vários voos públicos no aeroporto de Helsinquia, em Estugarda, e na Marina Bay de Singapura. Como a primeira empresa eVTOL a receber a aprovação da Organização de Design pela Autoridade Europeia para Segurança da Aviação, o fornecedor de serviços de táxi aéreo alemão já está a procurar ativamente a certificação comercial e espera que as primeiras rotas comerciais sejam abertas nos próximos dois a quatro anos.