- Logistica e Transportes Hoje - https://www.logisticaetransporteshoje.com -

MARL mantém crescimento

De acordo com o Relatório de Execução Orçamental aprovado, o Mercado Abastecedor da Região de Lisboa (MARL) registou, no quarto trimestre de 2019, um aumento do volume de negócios, face ao período homólogo, em 294,3 milhares de euros (+2,2%).

Neste quarto trimestre de 2019, o EBITDA ascendeu a 9.784,1 milhares de euros, enquanto o EBIT, ascendeu a 5.952,1 milhares de euros.

A MARL, SA apresentou, ainda, margens operacionais positivas de 71% e 40%, respetivamente ao nível do EBITDA e do EBIT.

Os rendimentos operacionais apresentam um desvio favorável, face ao período homólogo, de 437,7milhares de euros (+3,1%) e no que se refere a gastos operacionais(cash), eles situam-se abaixo em 243,0 milhares de euros (-6,1%).

Em 2019 os gastos operacionais (FSE’s e Gastos com pessoal) representam 25,1% dos rendimentos operacionais, abaixo do registado no mesmo período do ano anterior em 1,3pontos base.

No mesmo período, a dívida financeira líquida foi reduzida em 6.700,3 milhares de euros (17,3%), face ao valor registado em 31 de dezembro de 2018, situando-se agora em 32.123,2 milhares de euros.

Os resultados financeiros expressos no documento trimestral apresentam um desvio favorável, face ao período homólogo de 2018 e ao plano para este quarto trimestre, respetivamente, em 62,5 milhares de euros (+17,8%) e 46,3 milhares de euros (+13,8%), refletindo a redução do passivo bancário e a obtenção de condições de “pricing” mais favoráveis.

Os capitais próprios ascenderam, no trimestre em apreço, a 68.515,3 milhares de euros e correspondem a 68% dos capitais totais aplicados na empresa (ativos).

O rácio dívida líquida/capitais próprios (incluindo subsídios) situou-se em 0,47, abaixo do período homólogo do ano passado (0,60) e inferior ao previsto no plano para este ano (0,49).

O resultado líquido do período em análise ascendeu ao montante de 4.299,1milhares de euros, acima do quarto trimestre de 2018 em 119,2 milhares de euros (+2,9%).