Transportes

Metade dos portugueses pretende mudar para um veículo elétrico  

Metade dos portugueses tem intenção de mudar para um veículo elétrico, de acordo com os dados do Observador Cetelem Automóvel 2020.

O relatório detalha que, em Portugal, 52% dos inquiridos pondera a aquisição de veículos híbridos e 46% considera a escolha de veículos elétricos.

Este número representa a crescente consciência ambiental que se reflete também na culpabilização dos automóveis como principal fonte de poluição por parte de 66% dos inquiridos globais.

Os portugueses estão em 5º lugar no top de países com esta opinião, com 75% dos inquiridos no país a considerarem os automóveis a principal fonte de poluição. O top é liderado pela Turquia (89%) e China (83%).

Apesar desta opinião, a intenção global de comprar um automóvel a gasolina continua a aparecer no topo (59%) das preferências. Ainda assim, a intenção de aquisição de modelos híbridos, e até totalmente elétricos, apresenta um aumento (49% e 33%, respetivamente). Esta abertura em relação aos veículos aos híbridos (55%) e elétricos (39%) é particularmente visível nas áreas urbanas. Por sua vez, o domínio do diesel parece visto o seu fim em termos intenção de compra (32%).

Em geral, três quartos dos inquiridos estão preocupados com a situação ambiental e admitem alterar os seus hábitos de consumo. Os mais consciencializados são os italianos (90%), espanhóis (88%) e turcos (87%).

Portugal está acima da média global (75%) e europeia (76%), com 83% dos portugueses a admitir esta preocupação e a assumir uma alteração nos hábitos de consumo, especificamente na escolha do automóvel.