Quantcast
Portos

Porto de Sines regista crescimento na carga contentorizada

Porto de Sines

O porto de Sines registou, no terceiro trimestre de 2020, um crescimento de 8,3% ao nível da carga contentorizada, em relação ao mesmo período homólogo. Os dados dão conta de um total acumulado de 1,17 milhões de TEU (contentores de 20 pés), entre janeiro e setembro.

Ao nível da movimentação total do porto, apesar de o 3.º trimestre assinalar um crescimento de 32,7% comparativamente ao trimestre anterior, o Porto de Sines registou uma diminuição de 2,5% na movimentação acumulada, permitindo, ainda assim, ultrapassar os 30 milhões de toneladas movimentadas até setembro.

Em nota publicada no site, o porto de Sines esclarece que “os granéis sólidos contribuíram decisivamente para esta quebra, com uma redução de mais de dois milhões de toneladas de carvão, motivado pelo encerramento das centrais termoelétricas a carvão, no âmbito da descarbonização energética em curso no nosso país”.

Quanto aos granéis líquidos, registou-se a manutenção dos volumes de movimentação do mesmo período do ano anterior (-0,9%), com o gás natural liquefeito a manter-se também nos mais de 3,1 milhões de toneladas movimentadas no período em análise. Por outro lado, o segmento da carga geral demonstrou um comportamento positivo, onde se inclui a carga contentorizada, que registou mais 12,1% em termos de tonelagem, em comparação com o período do ano anterior.

Tendo em conta a trajetória apresentada até ao final do mês de setembro, o porto de Sines prevê “um fecho de ano com sinal positivo, apesar do contexto pandémico em que vivemos”, sublinhando que “todos os agentes económicos e autoridades com atividade em Sines têm contribuído decisivamente para colocar o porto de Sines num patamar de excelência, garantindo o normal funcionamento da economia e o completo funcionamento das cadeias logísticas”, conclui.