Quantcast
Transportes

Rangel operacionaliza mais um voo dedicado da China com dispositivos médicos hospitalares

Rangel operacionaliza mais um voo da China com dispositivos médicos hospitalares

A Rangel operacionalizou ontem, dia 21 de abril, mais um voo dedicado e direto da China para o Porto, com 70 toneladas de dispositivos médicos hospitalares.

“Tratou-se de uma complexa operação logística, devido às recentes alterações das regras de exportação de dispositivos médicos implementadas pelo governo chinês que se conjugaram com um congestionamento de todas as infraestruturas aeroportuárias da China, dado os volumes extraordinários de dispositivos médicos que estão a ser exportados para todo o mundo”, explica comunicado da empresa.

A operação exigiu vários turnos com equipas dedicadas e especializadas da Rangel, que coordenaram e realizaram a receção da mercadoria na origem, a gestão documental, despacho aduaneiro, seguros, fretamento do avião e  supervisão do carregamento até á chegada ao Porto, onde, posteriormente, geriram a descarga e o desalfandegamento, prestando um serviço de logística integrado desde a origem ao destino.

Para o transporte foi utilizado um avião cargueiro Antonov 124 –  segundo maior avião cargueiro do mundo –,  que transportou cerca de 500 m3 de carga.

“Muito nos orgulhamos por este trabalho de equipa, onde o envolvimento do Ministério da Saúde e da Embaixada de Portugal em Pequim foi fundamental  para o sucesso de toda a operação”, refere a Rangel no comunicado, no qual ainda agradece a todos pelo “empenho para que esta carga imprescindível à situação em que vivemos, chegasse ao seu destino”.

A Rangel, levou a operação a cabo através da sua unidade Custom Critical,  dedicada a satisfazer necessidades críticas e customizadas de transporte e logística quer pelo seu carácter de urgência, dimensão e peso.

Mob Lab Congress 2020