Quantcast
Transportes

Revisão de locomotivas elétricas custa 10 milhões à Medway

Medway_locomotiva_eletrica

A Medway vai investir 10 milhões de euros na revisão periódica da sua frota de locomotivas elétricas LE4700, para que estas possam continuar a operar na Rede Ferroviária Nacional (RFN) nas melhores condições.

Estas 25 locomotivas elétricas iniciaram a sua atividade em 2009, sendo agora o momento para esta intervenção, uma vez que a intervenção é efetuada regular e aproximadamente aos 2.400.000 km de circulação.

“Demos o primeiro passo na sustentabilidade ambiental há mais de 10 anos, mas a aposta tem de ser contínua e o compromisso vai muito além da compra de material”, refere Carlos Vasconcelos, administrador da Medway, destacando ainda que este é um “investimento da maior importância” para a companhia, pois “é imprescindível que as locomotivas elétricas estejam sempre disponíveis para o transporte de mercadorias dos nossos clientes”, além de contribuírem para a redução das emissões de CO2 do sector logístico.

O responsável pela Medway salienta, também que “o transporte ferroviário permite uma redução de cerca de 70% de emissões de CO2, face ao mesmo transporte por modo rodoviário – redução essa que pode chegar aos 74%, se o transporte for efetuado com recurso exclusivo a locomotivas elétricas”, explica Carlos Vasconcelos.

De referir que a revisão das restantes 24 locomotivas – a primeira das 25 foi finalizada no passado dia 21 de dezembro -decorrerá ao longo dos próximos quatro anos.