Indústria

Garcia Garcia selecionada para expandir unidade industrial da Indasa em Aveiro

A Construtora nacional Garcia Garcia foi selecionada para expandir a capacidade produtiva e logística da Indasa em Aveiro.

Especializada em edifícios industriais e logísticos, a Garcia Garcia tem a cargo a execução da obra, cujo projeto se desenvolve em duas fases.

A primeira, já concluída em maio, incidiu na ampliação de uma nave industrial e a segunda fase, que arrancou em junho, prevê a construção de um novo edifício. A Indasa aumentará, assim, em mais de 40% a sua área de edificação.

A segunda fase arrancou em junho e tem a sua conclusão prevista para março de 2021. Os trabalhos consistem na demolição de um edifício existente e edificação de um novo, que ficará situado no centro do complexo e assumirá uma posição de destaque. Trata-se de uma estrutura que comportará uma nova linha de produção, um armazém automático e uma nova área administrativa e social da empresa.

“As instalações são fatores críticos de sucesso para as empresas. No caso da Indasa, além da expansão e melhoria da capacidade produtiva e logística, juntou-se o desafio de concretizar esta obra enquanto a empresa mantém a sua atividade, com o mínimo de constrangimentos e impacto na sua atividade. Além da complexidade e rigor técnico exigidos, sentimo-nos motivados por contribuir para que esta empresa portuguesa fortemente inovadora reforce a sua competitividade internacional”, explica Carlos Garcia, administrador da construtora.

“Com assinatura do gabinete NGP Arquitectura e projeto de especialidades entregue a Martins da Cruz – Engenheiros Consultores, a obra incorporou alguns desafios relevantes, desde logo o facto de os trabalhos decorrerem enquanto a Indasa mantém a sua atividade em pleno. Como tal, houve lugar a um planeamento rigoroso, pelo que os trabalhos estão a ser realizados de modo a terem um impacto reduzido no normal funcionamento da empresa, por forma a garantir igualmente a segurança de todos os que trabalham no complexo”, detalha a empresa em comunicado.

A ampliação da nave a nascente implicou ainda a ligação da nova estrutura à existente, com junção de três zonas distintas: armazém automático de produto semiacabado; zona de produção e armazém automático de produto acabado.