Transportes

PSA recomeça produção em Mangualde

Grupo PSA

O Groupe PSA vai recomeçar gradualmente com a produção em Mangualde, indicando o dia 6 de maio como data o reinício da atividade.

O grupo refere que colocará em prática medidas sanitárias reforçadas, partilhadas com os parceiros sociais antes da retoma da atividade, além de ter no local um conjunto de auditorias destinado a garantir a sua perfeita implementação em 100% das instalações industriais, comerciais, de serviços e de investigação e desenvolvimento (R&D) do grupo.

Certo é que está prevista uma retoma “gradual e segura” da atividade industrial, impulsionada pela atividade comercial.

O reinício gradual e seguro da produção nas fábricas do grupo ocorrerá nas próximas semanas, com uma primeira fase de reaberturas parciais da atividade industrial, entre 4 e 11 de maio (a partir de 11 de maio em França), tendo em conta o contexto comercial (desconfinamento, reabertura dos concessionários e situação comercial de cada modelo) e a normalização progressiva dos fluxos de fornecimento de componentes.

Yann Vincent, diretor industrial do Groupe PSA, refere que “proteger os nossos colaboradores e as nossas atividades económicas continuam a ser os dois princípios intocáveis das nossas operações. O nosso protocolo de medidas reforçadas confere um elevado nível de proteção aos nossos colaboradores e é o primeiro critério para a retoma de atividade nas nossas fábricas. Com a atividade industrial a ser impulsionada pela atividade comercial, que é o nosso segundo critério, vamos relançar, de forma gradual e segura, o nosso aparelho industrial para produzirmos os veículos que são necessários aos nossos clientes. Estes dois critérios irão guiar as nossas decisões durante as próximas semanas e meses.”

José Luis Alonso Mosquera, diretor do Centro de Produção de Mangualde, salienta, por sua vez, que “desde a paragem da nossa fábrica, implementámos um protocolo de medidas sanitárias reforçadas nas nossas instalações, que foi elaborado com o apoio dos serviços médicos do Groupe PSA, e enriquecido com a contribuição dos representantes dos Trabalhadores. Graças a este esforço coletivo, validado pela auditoria realizada no dia 6 de abril, podemos retomar a produção no Centro de Mangualde, de forma gradual e segura. No dia 6 de maio terão início os trabalhos de preparação nas unidades de ferragem e pintura, e, a partir de 7 de maio, estarão em laboração todas as áreas de produção.”

Durante o período de interrupção das suas atividades industriais, o Groupe PSA implementou um protocolo de medidas sanitárias reforçadas (1), adaptadas ao contexto de cada instalação industrial, comercial, de serviços e de Investigação & Desenvolvimento (R&D). Construído com o apoio dos serviços médicos, este protocolo foi enriquecido com a contribuição dos representantes dos Trabalhadores e foi sistematicamente auditado. Além disso, “Responsáveis pela implementação do protocolo” terão a missão diária de verificar in loco a aplicação das medidas e ações de proteção, bem como a de colocar em prática as ações corretivas, se necessário.