Economia

Indicador de confiança dos consumidores atinge o valor mais alto dos últimos 16 anos

O indicador de confiança dos consumidores portugueses atingiu em dezembro de 2016 o valor máximo desde 2000. Os dados são do INE, que refere ainda que este indicador cresceu de forma consecutiva nos últimos quatro meses do ano, uma tendência contrária ao indicador de clima económico, que entre outubro e dezembro caiu.

De acordo com o INE, “a recuperação económica do indicador de confiança dos consumidores em dezembro deveu-se, sobretudo, ao contributo positivo das perspetivas relativas à evolução do desemprego e das expectativas relativas à situação económica do país e, menos expressivamente, das apreciações da evolução da situação financeira do agregado familiar e da poupança”.

Por outro lado, o indicador de clima económico diminuiu entre outubro e dezembro, depois de ter crescido nos dois meses precedentes.