CeMAT

Digitalização e automação são os temas da CeMAT

“Smart Supply Chain Solutions”, este é o tema de uma das maiores feiras mundiais de intralogistica, a CeMAT. A edição deste ano  foi apresentada esta terça-feira, em Hanover, Alemanha.

A CeMAT  irá realizar-se entre 31 de maio e 3 de junho e que prevê contar com mais de mil expositores “de todos os cantos do planeta”.

“O impacto das tecnologias 4.0 na logistica será um dos temas principais desta edição da CeMAT”, indicou durante a apresentação do evento Andreas Grunchow, membro da direção da Deutsche Messe – organizador do evento.

“Em breve todos os materiais e sistemas de meios de transporte envolvidos na logística serão inteligentes e haverá um aumento da flexibilidade da industria logística e dos seus processos o que irá afetar as empresas do setor. A Digitalização irá criar um ´boost´ no setor logístico”, indicou.

Andreas Grunchow explicou ainda que o CeMAT irá dedicar uma parte da exposição para as mais recentes e avançadas aplicações de software para logística. “Soluções de software inteligente são fundamentais para a moderna logística, desenvolvimento como a internet móvel e a integração do digital em todo a produção e no supply chain estão a abrir novas oportunidades e a criar novos modelos de negócio”.

Movimentação de carga

O CeMAT inclui também uma área muito importante para o setor de movimentação de carga, na área de Move & Lift onde serão apresentadas as inovações nas técnicas de movimentação de mercadorias e de sistemas de elevação. Englobando tanto carros de movimentação de mercadorias, gruas e sistemas de elevação, como também plataformas elevatórias, equipamentos e sistemas de movimentação contínua bem como transbordo nos portos.  De acordo com o responsável, “este setor não trata apenas de máquinas mas também de como integrar de futuro estes equipamentos de forma inteligente na cadeia de fornecimento automatizada.

Armazenagem

Na área do STORE & LOAD estarão expostos os sistemas de armazenamento automatizados. De acordo com a organização da CeMAT, neste setor “mostram-se tanto instalações completas, como sistemas de estantes, equipamentos de exploração, paletes, recipientes e técnicas de carga e transporte”.

“Os visitantes tomarão na CeMAT conhecimento da forma como deverá ser apetrechado o armazém do futuro para que fique assegurada uma movimentação de cargas eficiente e económica, incluindo o transporte, a embalagem e a distribuição, seja em sistemas totalmente ou parcialmente automatizados”, explica Andreas Gruchow.

Leia a reportagem completa na edição de março/abril da LOGÍSTICA & TRANSPORTES HOJE