Economia

61% dos executivos do setor da logística esperam volatilidade em 2016

61% dos executivos do setor da logística e do supply chain esperam que 2016 seja marcado por mais volatilidade e por uma direção pouco clara para a economia global. A conclusão é do ‘Agility Emerging Markets Logistics Index’ e indica que apesar da desaceleração da economia chinesa, das flutuações no preço do petróleo e do possível enfraquecimento da economia norte-americana, o setor espera crescer nos mercados emergentes.

O estudo ouviu cerca de 1100 executivos do setor da logística e do supply chain e refere que pela primeira vez, desde que o estudo é realizado, os profissionais do setor veem a Índia, em vez da China, como o mercado emergente com mais potencial de crescimento.

Para além disso, os resultados indicam que entre os países considerados mais ‘business friendly’ estão os Emirados Árabes Unidos, o Qatar e Oman, por combinarem as condições de acesso de mercado, regulação, urbanização, distribuição de riqueza e investimento estrangeiro ideais.

Por outro lado, segundo o estudo, os mercados da América Latina começam a perder terreno, pelo menos aos olhos dos empresários do setor. De acordo com o estudo, a recessão e a ‘turbulência’ política vivida no Brasil estão a causar alguma desconfiança. Assim, países como Peru, Argentina, Uruguai, Brasil, Colômbia e Venezuela caíram face a rankings de anos anteriores. O Chile mantém-se nos lugares cimeiros, como um dos mais atrativos para os executivos da logística.

Leia o estudo completo.