Logística

Alfaland distribui novo preparador de pedidos da CAT

Alfaland distribui novo preparador de pedidos da CAT

A Alfaland está a distribuir o novo preparador de pedidos da CAT Lift Trucks – o NOL10P de nível médio. De acordo com a Alfaland, este novo preparador de pedidos “aumenta o seu rendimento, tanto na eficiência como na produtividade, durante as operações de picking.”

“Adequado para muitas aplicações de armazém e terminais logísticos, este modelo de 24 V com uma capacidade de 1 tonelada, incorpora uma plataforma de elevação a 1,2 ou 1,8 metros. Isto permite um fácil e rápido acesso para picking a alturas de até 2,8 ou 3,4 metros, respetivamente”, acrescenta a empresa de logística.

A função LiftComfort, eleva o contentor de picking a uma altura conveniente para transferir rapidamente as mercadorias recolhidas, com plataforma de série de 1,8 metros e com opção para outra plataforma. Os ajustes de rendimento, baseados em quatro modos principais, podem ser selecionados para se adaptarem ao condutor, à tarefa e a outras preferências.

O novo preparador de pedidos conta ainda com a função de redução automática de velocidade, ajustando a rapidez de deslocação de acordo com o ângulo da roda de direção, para aumentar a estabilidade e a segurança nos giros e na elevação a grande altura.

“Os condutores e proprietários do preparador de pedidos beneficiam de um ecrã de computador de bordo ATC t4. Permite o acesso com código PIN, para além de mostrar informação do estado e avisos de erros claros, com diagnósticos rápidos e uns ajustes mais fáceis do condutor. Ao selecionar o modo ECO o funcionamento é um pouco mais lento, embora seja alcançada uma poupança de energia entre os 5 e 6%. A tecnologia do motor de acionamento CA do empilhador também apresenta melhorias, pois oferece um binário, eficiência e controle superiores com o mínimo de manutenção. A intenção dos desenhadores foi aumentar a rentabilidade com prestações mais avançadas, reduzindo ao mesmo tempo, os custos de manutenção, os acidentes e o consumo de energia”, conclui a Alfaland.