- Logistica e Transportes Hoje - https://www.logisticaetransporteshoje.com -

Ana Paula Vitorino saúda preocupação da APLOG com a responsabilidade social

Terminou ontem o 10º Congresso de Logística organizado pela APLOG – Associação Portuguesa de Logística, subordinado ao tema “Responsabilidade e Eficiência na Logística”.

Este evento contou com um painel recheado de especialistas que se repartiram em diversas sessões plenárias que abordaram temas tão diversos como: os desafios à responsabilidade nas cadeias de abastecimento, as melhores práticas para vencer na cadeia de abastecimento, a logística das organizações humanitárias, a logística na saúde, a criação de valor para o cliente e as cadeias logísticas globais.

O encerramento do congresso coube à secretária de Estado dos Transportes, Ana Paula Vitorino, que começou por saudar aquele que, nas suas palavras, «é um evento de referência nacional e internacional no sector da Logística».

Segundo a secretária de Estado, o tema escolhido para o congresso não poderia ser mais feliz, uma vez que «para o Governo sempre foi muito claro que um sistema logístico eficiente e articulado com o sistema de transportes constitui-se num dos “pontos-chave” da competitividade da economia nacional». Do mesmo modo, acrescentou que «sempre foi também muito claro para o Governo a repartição de responsabilidades entre agentes públicos e privados para concretizar com sucesso uma verdadeira estratégia para o sector da Logística».

A nível nacional Ana Paula Vitorino reforçou a satisfação que sente por o «Portugal Logístico se constituir como uma referência de partilha de responsabilidades entre o sector Público e o sector Privado» e por esta «assunção de responsabilidades permitir a concretização» do mesmo, que sempre foi assumida pelo Governo como «complexa, mas vital para a afirmação de Portugal no contexto dos fluxos de transporte e logística mundiais».

A secretária de Estado teve ainda tempo para aplaudir a introdução do tema da actividade logística das organizações humanitárias como o Banco Alimentar Contra Fome ou o Programa Mundial de Alimentação, uma vez que considera que «o apelo à responsabilidade social na logística para satisfazer as necessidades dos mais carenciados é um desafio notável, inovador e apelativo à solidariedade que deve estar presente nos actos essenciais da vida».

Para terminar Ana Paula Vitorino, deixou «uma palavra para a APLOG», que considera «um exemplo de empenho no desenvolvimento da logística e na divulgação das suas melhores práticas, contribuindo assim para o progresso e modernização do País».adws