logística

Atividade de ocupação na logística continua condicionada

Mercado imobiliário na logística continua em quebra

Segundo os dados da mais recente edição do Market Update – que analisa sumariamente a atividade nos setores de escritórios, retalho, industrial e investimento imobiliário em Portugal –, a atividade no setor Industrial & Logística continua limitada pela escassez de oferta moderna e de qualidade, estando em desenvolvimento 340 mil m² de novos armazéns.

A atividade de ocupação no setor Industrial & Logístico apresentou um volume de ocupação, entre janeiro e setembro, nos 47.200 m², metade do que foi transacionado em igual período de 2018.

No terceiro trimestre de 2019, registou-se o segundo maior negócio do ano, respeitante à ocupação pela Sandometal de uma unidade logística com 6.300 m² na zona de Azambuja.

A escassez de oferta de instalações modernas de qualidade é apontada como um dos principais fatores para a diminuição da procura. A falta de oferta deverá ser colmatada com o arranque de dois novos projetos, como é o caso da Plataforma Logística Lisboa Norte, da Merlin Properties, com uma área próxima dos 225 mil m² e o projeto logístico sustentável da Aquila Capital, com cerca de 115 mil m², ambos na zona de Azambuja, onde os valores de arrendamento prime se mantêm nos 3,75 €/m²/mês.

As previsões da Oxford Economics apontam para uma evolução positiva das exportações portuguesas, devendo crescer 3,9% em 2019, acima dos 2,1% estimados para a zona Euro.