Indústria

Centro de experimentação da Siemens quer acelerar digitalização da indústria

Centro de experimentação da Siemens quer acelerar digitalização da indústria

A Siemens inaugurou esta semana, na sua sede, em Alfragide, o seu primeiro i-Experience Center, um centro de experimentação que irá apoiar projetos que têm como objetivo acelerar a digitalização da indústria.

Este centro de experimentação faz parte do compromisso da Siemens Portugal com a estratégia do Governo para a Indústria 4.0 e que visa acelerar a transição da indústria portuguesa para adoção de maiores níveis de intensidade tecnológica e de maior competitividade.

De acordo com a Siemens, este centro irá capacitar recursos humanos através do desenvolvimento das suas competências digitais e apoiar diversas entidades, como startups ou universidades, no desenvolvimento de novas soluções para a indústria.

Os i-Experience Centers 4.0 estão integrados na Academia Siemens 4.0, uma das medidas estratégicas resultantes da Iniciativa Portugal I4.0 que foram apresentadas pelo Governo no ano passado.

Pedro Pires de Miranda, Presidente Executivo da Siemens Portugal, explica que “a empresa investiu na implementação em Portugal de Centros de Experimentação estimulando a cocriação entre a comunidade universitária e politécnica, os investigadores e as startups tecnológicas com as empresas industriais, objetivando novas aplicações na produção industrial suportadas pela conetividade digital, cibersegurança, análise de dados, robótica e software de última geração”.

Fazem parte do Comité Estratégico entidades como BA GLASS, Banco BPI, Millennium BCP, COTEC Portugal, CEiiA, CTT, Deloitte, Embraer Portugal, Frulact, Glintt, GS1 Portugal, ISQ, José de Mello, Martifer, Nokia, NOS, PT Portugal, REN, Siemens, The Navigator Company, AICEP, ANI, CIP, COMPETE2020, IAPMEI, IEFP, IPQ, PORTUGALclusters e Turismo de Portugal.