CHEP apresenta solução para tarifa de gestão de transporte

A CHEP apresenta uma solução para que as empresas não tenham de suportar tarifas de transporte adicionais decorrentes da gestão de paletes brancas.

A CHEP apresenta uma solução para que as empresas não tenham de suportar tarifas de transporte adicionais decorrentes da gestão de paletes brancas. As empresas que aderiram ao programa de pooling de paletes e contentores da CHEP evitam custos adicionais, porque esta ajuda os seus clientes na recuperação das paletes, como parte integrante do programa.

O pooling de equipamento permite beneficiar da poupança de custos, da redução de danos nos produtos e de uma solução ambientalmente sustentável. O controlo do programa de pooling de paletes e contentores anula a necessidade de um transporte de recuperação e previne conflitos entre fabricantes, transportadoras e distribuidores.

A solução apresentada pela CHEP vem na sequência do anúncio da GRDP, Associação Francesa de Transportadoras de Produtos Perecíveis, de que irá cobrar aos seus clientes 1 euro por cada palete branca como tarifa de gestão. Esta decisão controversa tem provocado descontentamento, podendo eventualmente afectar toda a Europa.

Exemplo disso é a ASTAG, uma das principais associações de transportes na Suíça, que manifestou a sua insatisfação com os custos imprevistos (de reparação, manutenção, perdas, etc.), com a qualidade e com as alterações ambientais inerentes à gestão de paletes brancas. Consequentemente, a ASTAG comunicou que a partir de 1 de Janeiro de 2008, as paletes serão consideradas como parte da embalagem, sendo os custos incluídos no preço final de venda dos produtos. A troca de paletes deixará de constituir a regra na Suíça e os clientes que desejem que as paletes brancas venham a ser devolvidas às suas fábricas terão de contratar um serviço adicional, que será cobrado pelas transportadoras a uma tarifa unitária de 2 francos suíços por palete (1,22 euros).

Uma decisão semelhante foi tomada em Janeiro último na Dinamarca, onde as transportadoras confirmaram que iriam deixar de fazer a troca de paletes brancas nos circuitos internacionais.adwst