Quantcast
Supply Chain

Fricon lança sistema de refrigeração para e-commerce 

A Fricon, especialista no fabrico de equipamentos de conservação e refrigeração, criou uma solução dirigida ao e-commerce no retalho alimentar, com o objetivo de facilitar o processo de compra online de produtos congelados, entregues em casa do consumidor em perfeito estado de conservação.

RICARDO PEREIRA

“Numa compra online, desde que o produto sai da arca do supermercado até que chega a casa do consumidor, acontece todo um processo que se pode considerar exigente no plano logístico dos meios materiais e humanos dos grandes retalhistas. Foi reconhecendo essa necessidade que fomos olhar o nosso portfólio e know how tecnológico sobre o frio e encontrar uma forma de simplificar as etapas, acrescentando valor: garantimos a cadeia de frio ao longo de todo o processo”, esclarece Ricardo Pereira, head of marketing para EMEA da Fricon.

De acordo com a empresa, o equipamento tem autonomia para recolher os produtos congelados ou refrigerados da loja, com total liberdade de movimentos e tem capacidade para quase 300 litros. “Preserva a capacidade de conservar os alimentos por mais de oito horas e depois à noite, fora do expediente, basta ligá-lo para que esteja pronto no dia seguinte”, lê-se em comunicado.

“A mobilidade é garantida através de uma estrutura com rodas mais eficientes para movimentação e uma alça que permite um uso mais confortável. O objetivo é poder recolher produtos refrigerados ou congelados, com o equipamento preparado para isso (versão para frio positivo ou negativo) em grandes quantidades e sem nunca perder a cadeia de frio”, explica a empresa.

Desta forma, os produtos recolhidos podem ir diretamente para os contentores de entrega ou para uma equipa de reserva, onde ficam até à preparação do pedido. “Estes equipamentos de reserva ajudam a ter os produtos com maior circulação online no armazém, sem ter de ir à loja procurá-los, como se faz com outros alimentos “secos”, e a manter os produtos em excelentes condições durante a preparação dos pedidos”, lê-se no mesmo comunicado.

A Fricon acredita que “com este método o processo de preparação dos pedidos por e-commerce poderá ser agilizado, aumentando a sua quantidade e também garantindo o perfeito respeito pela cadeia de frio”, conclui.