Logística

Garland movimenta 15% das vendas da ECCO no Centro Logístico da Maia II

Garland Logística renovou o contrato com a ECCO, estendendo, assim, uma parceria que se verifica há seis anos. A fábrica portuguesa da marca de calçado é uma das poucas do grupo que entrega operações de logística a uma empresa especializada externa, neste caso, à Garland. Anualmente, a empresa portuguesa movimenta cerca de três milhões de pares de calçado da ECCO, o que corresponde a 15% das vendas anuais da multinacional dinamarquesa. 

A ECCO é um dos três maiores clientes da Garland Logística, ocupando cerca de 40% do armazém do Centro Logístico da Maia II.

Além de Portugal, onde está presente desde 1984, a ECCO possui mais cinco fábricas: na China, Indonésia, Eslováquia, Tailândia e Vietname.

A Garland assegura todo o processo Logístico de Outbound da ECCO Portugal. Por ano, recebe cerca de 32 mil paletes de calçado com origem na fábrica de São João de Ver. Os sapatos são armazenados e são submetidos ao controlo unitário, através de código de barras, com o objetivo de garantir a total fiabilidade da encomenda, para além de diversos serviços de valor acrescentado, tais como personalizações através de etiquetagem, sendo posteriormente expedidos na sua totalidade para lojas de todo o mundo.

A ECCO vende os seus produtos em lojas próprias (2 250) e shop-in-shops em mais 14 mil pontos de venda, em 99 países. Em 2018, chegou a 1,31 biliões de euros de vendas e 201 milhões de euros de lucros, antes dos impostos. 

De referir que a Garland Logística tem uma forte orientação para o setor da moda, nomeadamente nos setores têxtil, calçado e acessórios, tendo, no ano passado, movimentado cerca de 9,5 milhões de peças de roupa, 220 mil das quais penduradas, e cerca de 3 milhões de pares de calçado, nos seus cerca de 80 mil m2 de centros logísticos dispersos pelo país, desde Cascais (Abóboda), Mealhada, Aveiro, Vila Nova de Gaia e Maia.