- Logistica e Transportes Hoje - https://www.logisticaetransporteshoje.com -

Grupo Deutsche Post DHL termina segundo trimestre com receita de 15,5 mil M€

O Grupo Deutsche Post DHL [1] terminou o segundo trimestre de 2019 com uma receita de 15,5 mil milhões de euros um crescimento de 3% face ao período homólogo. Numa nota enviada às redações, a empresa revela que o lucro operacional (EBIT) cresceu cerca de 2,9% para 769 milhões de euros.

Para este resultado contribuíram as cinco divisões do grupo, assim como todas as regiões a nível global, revela a empresa. Frank Appel, CEO do Grupo Deutsche Post DHL [2], sublinha que “de forma geral, o Grupo Deutsche Post DHL está a progredir de forma favorável. O nosso negócio evoluiu como planeado no segundo trimestre do ano. O Grupo gerou um EBIT de cerca de 1,9 mil milhões nos primeiros seis meses do ano – quase metade do nosso objetivo mínimo para 2019. As medidas que implementámos com o objetivo de melhorar a produtividade da divisão Post & Parcel (P&P) e o aumento das tarifas a partir do passado dia 1 de julho irão trazer uma dinâmica acrescida na segunda metade do ano, assim como no último trimestre do ano, tradicionalmente mais forte. Estamos confiantes na nossa performance e, por isso, subimos a previsão mínima deste ano – apesar do contexto macroeconómico exigente.”

A empresa revela ainda que, este ano fiscal, espera aumentar o lucro operacional para entre 4 a 4,3 mil milhões de euros. “Os ganhos das divisões da DHL deverão rondar os 3,4 a 3,5 mil milhões de euros”, acrescenta a companhia.

A divisão DHL Express voltou a evoluir positivamente neste trimestre, com a unidade a aumentar as receitas para 4,2 mil milhões de euros. O volume por dia do core business da divisão, o negócio expresso internacional (TDI), teve um aumento de 6,6% face ao período homólogo. “A continua expansão de volumes, aliada a uma gestão rigorosa das frotas, levou a um crescimento dos lucros operacionais para 521 milhões de euros”, conclui a empresa.

DHL Express abre lojas próprias em Portugal

Recorde-se que este ano a DHL Express [3] revelou que planeia abrir três lojas físicas em Portugal [4], um investimento que está integrado na “estratégia de crescimento no mercado nacional”, refere a empresa.