Quantcast
Operadores Logísticos

Linde aposta na digitalização, automatização e segurança

A Linde Material Handling, fornecedor de soluções para intralogística, decidiu apostar em soluções para a segurança, automação e digitalização, para manter os mais elevados padrões de serviço. A empresa aumentou o desempenho do seu sistema de gestão de frotas, através de uma nova solução baseada na “cloud” que permite obter “todas as informações da frota em tempo real, bem como aumentar a disponibilidade de cada empilhador e permitir uma gestão mais rentável da frota”, refere a empresa.

“Esta extensão é apenas mais um passo para a digitalização completa da carteira de produtos da marca, contrapesados e de interior. A maioria dos modelos já possui tecnologia IoT e geolocalização que permite a conectividade com outros sistemas, infraestruturas ou veículos de movimentação em tempo real, resultando, entre outros benefícios, numa maior eficiência e segurança tanto do equipamento como do pessoal e das instalações”, explica em comunicado.

A empresa lançou também dois novos modelos de veículos automatizados: a segunda geração do empilhador retráctil Linde R-MATIC e o empilhador Linde L-MATIC HD. No mesmo comunicado, a Linde MH refere que “ambos podem trabalhar com a máxima precisão, mesmo nos espaços mais apertados, e são concebidos como uma solução híbrida, permitindo ao operador assumir o controlo do veículo em qualquer altura e mudar para o modo manual”.

Ao nível da segurança, a adaptou os sistemas existentes, nomeadamente o seu colete de segurança interativo para preservar a distância de segurança e a rastreabilidade do contágio no campo logístico, graças ao Colete de Segurança à Distância.

Jaime Gener Bover, diretor geral da Linde Material Handling Ibérica, admite que este “foi um ano difícil”, no entanto, mostra-se “orgulhoso do grande trabalho realizado por toda a rede” da marca.

“Graças ao seu esforço e dedicação, temos sido capazes de acompanhar os nossos clientes em cada passo do caminho para o sucesso dos seus projetos intralogísticos. Em 2021 continuaremos a concentrar-nos em soluções personalizadas nas áreas da energia, sustentabilidade, digitalização e automatização”, acrescenta o responsável.