Quantcast
Operadores Logísticos

Maersk paga 3.6 mil milhões para adquirir empresa de logística com sede em Hong Kong

Maersk aposta em porta-contentores a biocombustível já em 2023

A Maersk, gigante internacional do transporte marítimo, continua a sua lógica de aquisições, tendo confirmado esta quarta-feira, dia 05 de janeiro, ter fechado um dos maiores negócios do grupo até esta data.

Segundo o explicado, a gigante do transporte de mercadorias chegou a acordo, por 3,6 mil milhões de dólares, para ficar com a LF Logistics, empresa com sede em Hong Kong e que impulsionará o negócio da Maersk na Ásia para além dos serviços de frete marítimo.

 

“Hoje ajudamos os nossos clientes principalmente a importar da Ásia, mas com esta aquisição fazemos uma grande aposta no crescimento de longo prazo na Ásia e em oferecer aos nossos clientes melhor acesso ao consumidor asiático”, referiu o presidente-executivo da Maersk, Soren Skou, em teleconferência, citado pela Reuters.

Com uma rede de 223 depósitos, incluindo 49 na China e cerca de 10.000 funcionários em 14 países asiáticos, a LF Logistics fornece serviços terrestres, como armazenamento e transporte rodoviário para mais de 250 clientes globais.

 

Com as condições caóticas na cadeia de fornecimento global, as grandes empresas estão dispostas a pagar elevados valores por soluções de frete mais confiáveis ​​e integradas, sendo que a Maersk comprará a LF Logistics, da Li & Fung Ltd, uma gestora da cadeia de abastecimento, e do investidor estadual de Cingapura Temasek, que comprou 22% da empresa em 2019. O negócio deve ser fechado em 2022.

A Maersk planeja “explodir” o crescimento da LF Logistics, dobrando a receita para 2 mil milhões de dólares e o lucro operacional para 500 milhões de dólares em apenas quatro anos.