Quantcast
Supply Chain

Pandemia faz disparar procura por profissionais de logística e supply chain

A Michael Page anuncia um crescimento no recrutamento de quadros ligados ao setor da Logística e Supply Chain (Gestão da Cadeia de Produção). 

A Michael Page, empresa de recrutamento especializado, anunciou um crescimento no recrutamento de quadros ligados ao setor da Logística e Supply Chain (Gestão da Cadeia de Produção).

Em comunicado, a consultora revela que, entre os setores e empresas com maior crescimento, destacam-se as Operações Logísticas e E-commerce que registaram em 2020 um crescimento de 15% relativamente ao ano anterior. Seguem-se as empresas de Transportes B2C, com um aumento de 10% e o Setor Farmacêutico, com um crescimento de 4%.

As funções “top” e “middle management” são as mais requisitadas. Entre os perfis mais procurados, destacam-se os seguintes: Supply Chain Manager, Diretor de Operações Logísticas, Responsável de Transportes, Responsável de Logística E-commerce, Supply & Demand Planner, Category Buyer, Procurement Manager e Head of Procurement.

Competências mais valorizadas

  • Perfis dinâmicos
  • Analíticos
  • Domínio de competências digitais
  • Capacidade de liderança e de comunicação
  • Mentalidade “problem solving” – pensamento voltado para a solução e resolução de problemas
  • Capacidades técnicas

A tendência de evolução das contratações na Logística e Supply Chain é acompanhada pelo aumento das remunerações neste setor, tendo-se registado no primeiro trimestre deste ano face a 2020, um crescimento em média superior a 4%. As funções que registaram maior crescimento em termos de remuneração estão diretamente associadas ao setor de E-commerce, Transportes e Supply Chain, com aumentos entre 5% e 10%.

No que diz respeito às regiões do país onde se regista maior criação de emprego são a Grande Lisboa, Carregado, Azambuja e Setúbal.

Segundo o Associate Manager da Michael Page, Filipe Forte, “o crescimento da Logística e Supply Chain foi impulsionado, em grande parte, pela transformação decorrente do isolamento social, que contribuiu para a forte procura de serviços e produtos online“.