Porto de Leixões opera twin lift spreader

O Terminal de Contentores de Leixões é o primeiro a operar com um spreader duplo em Portugal. O equipamento foi adquirido à finlandesa Bromma.

O Terminal de Contentores de Leixões (TCL) é o primeiro a operar com um spreader duplo em Portugal. O equipamento, adquirido pela TCL à finlandesa Bromma foi instalado num dos pórticos (o Poj) do Terminal de Contentores Sul e o primeiro navio a ser operado com recurso ao spreader duplo foi o navio ?Safmarine Memling?.

O spreader duplo é um equipamento que, suspenso no pórtico de cais, permite a movimentação simultânea de dois contentores de 20 pés entre o navio e o cais ou vice-versa. Em termos práticos pode representar um duplicar da produtividade das operações de carga/descarga, reduzindo simultaneamente o tempo de estadia dos navios em porto.

O desenvolvimento tecnológico destes equipamentos permite também que a distância entre os contentores movimentados em twin seja automaticamente ajustada por forma a responder às diferentes distâncias entre corner castings existentes nos navios e sobre os atrelados que são utilizados em terra.

O porto de Leixões tem ainda em fase de montagem um novo pórtico Panamax, que já se encontratá preparado para trabalhar com o spreader duplo.

O próximo passo, no decurso da corrente semana, será a montagem dos boggies (rodados) sobre os carris por onde o pórtico deslizará no cais, junto aos navios e seguidamente a colocação da estrutura sobre os mesmos.

Com o novo pórtico (e também com o upgrade de um outro já existente), o Terminal de Contentores de Leixões ficará pronto a operar navios Panamax.

O reforço da capacidade de produção e de produtividade do TCL implicou um investimento directo nestes equipamentos de cerca de seis milhões de euros.adwste.m