Logística

Rangel e MARB investem 8,5 milhões em Braga

Rangel e MARB investem 8,5 milhões em Braga

A Rangel Logistics Solutions e o MARB, SA. deram a conhecer, em Braga, o novo centro de operações de logística industrial, resultante de um investimento conjunto entre a Rangel Logistics Solutions e o Mercado Abastecedor da Região de Braga (MARB) na ordem dos 8,5 milhões de euros a 5 anos, criando 60 novos postos de trabalho no distrito.

Este novo polo, com cerca de 6.500 m2 foi construído de raiz, onde se estima uma capacidade para manusear 200.000 paletes, armazenar cerca de 11.300 paletes, 11 milhões de caixas e 7.300 camiões de 25 toneladas, por ano.

Este inovador centro logístico fica nas proximidades da unidade industrial da Bosch em Braga, que nomeou recentemente a Rangel Logistics Solutions como o seu operador logístico.

Para Nuno Rangel CEO da Rangel Logistics Solutions, “o centro logístico de Braga constitui um forte investimento da Rangel que está alinhado com a nossa estratégia de aposta na Logística Industrial. Uma grande multinacional como a Bosch confiar a sua operação logística chave à Rangel, é para nós um motivo de orgulho e demonstra a nossa capacidade de responder aos grandes desafios do mercado”.

A Rangel vai asegurar, desta maneira, serviços de receção de importação de matéria prima e produto acabado dos fornecedores nacionais e internacionais da Bosch, de diferentes regiões do globo, de armazenamento e de abastecimento da fábrica durante 24h/365 dias em função das ordens de produção.

“A Rangel é uma aposta segura”, afirmou Lutz Welling, Administrador Comercial da Bosch em Braga, durante a apresentação do projeto. “A sua experiência e know-how dão-nos a confiança de que esta parceria poderá contribuir para a consolidação da competitividade da Bosch e de Portugal como fornecedor global”, concluiu o responsável.

Na opinião de Nuno Rangel, “Braga é um dos maiores concelhos exportadores, com inúmeras oportunidades de crescimento económico e enquanto operadores logísticos globais, pretendemos acompanhar de perto as tendências e necessidades das empresas exportadoras da região de Braga”.