Quantcast
Operadores Logísticos

Rhenus quer neutralizar 100% das emissões de carbono do serviço de grupagem marítima

O Rhenus quer neutralizar as emissões de carbono de todos os seus serviços de grupagem marítima para mercadorias LCL, até 2030.

O grupo logístico Rhenus quer neutralizar as emissões de carbono de todos os seus serviços de grupagem marítima para mercadorias de carga inferior a um contentor (LCL), até 2030.

O grupo informa, em comunicado, que a partir do próximo ano, as mercadorias expedidas do centro de consolidação de carga marítima da Rhenus em Hilden (Alemanha) serão neutras em carbono, sem custos adicionais para os clientes. O serviço será progressivamente alargado a todos os portos gateway onde a empresa opera.

 

Recorde-se que, em 2019, o grupo lançou o RHEGREEN, o primeiro programa mundial de redução de CO2 para carga aérea. A empresa possui ainda um projeto de sete anos para a plantação de árvores na Índia, armazéns neutros em carbono com iluminação LED e alimentados por energia renovável, entre outros.