Transportes

Eurodeputados aprovam novos limites de emissões de CO2 para camiões

Eurodeputados aprovam novos limites de emissões de CO2 para camiões

O primeiro regulamento da União Europeia (UE) sobre emissões de CO2 para camiões foi aprovado, recentemente, pelo Parlamento, num esforço para reduzir as emissões do transporte rodoviário.

A nova legislação, acordada informalmente entre os deputados europeus e a presidência romena do Conselho em fevereiro, foi adotada com 474 votos a favor, 47 contra e 11 abstenções.

Esta exige que as emissões de CO2 dos veículos pesados sejam reduzidas em 30% até 2030, com uma meta de redução intermediária de 15% até 2025.

Também até 2025, os fabricantes serão obrigados a garantir que pelo menos 2% da quota de mercado das vendas de veículos novos seja constituída por veículos com emissões zero e/ou baixas, para contrariar o aumento constante das emissões do tráfego rodoviário, dos quais cerca de um quarto é da responsabilidade dos veículos pesados.

Além disso, a Comissão Europeia (CE) terá de propor novas metas pós-2030, em 2022, em consonância com o Acordo de Paris.

O relator Bas Eickhout afirmou que “é importante que a UE esteja a tomar medidas pela primeira vez sobre as emissões de CO2 dos veículos pesados. O regulamento ajudará a reduzir a poluição nas nossas estradas e a melhorar a qualidade do ar”.

Eickout salienta ainda que “o futuro dos camiões mais limpos será impulsionado pela inovação. Essa legislação deve, portanto, encorajar a indústria a estimular mudanças e avanços tecnológicos”.

Segundo a CE, os veículos pesados são responsáveis por 27% das emissões de CO2 dos transportes rodoviários e por quase 5% das emissões de gases com efeito de estufa da UE (dados de 2016). Desde 1990, as emissões dos veículos pesados aumentaram 25% – principalmente devido a um aumento do tráfego rodoviário de mercadorias.