Transportes

Eurodeputados querem redução das emissões poluentes de pesados

Eurodeputados querem redução das emissões poluentes de pesados

O Parlamento Europeu apresentou no início deste mês uma proposta para a redução de emissões poluentes dos veículos pesados.

De acordo com o Jornal de Negócios, o relatório apresentado no passado dia 18 de outubro, e que será votado em plenário em Estrasburgo já em novembro, pede uma redução de 35% nas emissões de CO2 dos pesados de mercadorias até 2030, uma percentagem acima dos 30% defendidos pela Comissão Europeia.

Os eurodeputados pedem ainda que 75% dos autocarros urbanos sejam elétricos já em 2030, com uma meta intermédia de 50% em 2025. O Parlamento Europeu exige ainda a imposição de penalizações aos fabricantes que não atinjam uma quota de 20% de veículos pesados de emissões zero ou muito baixas até 2030.

O Jornal de Negócios refere que a Associação de Construtores Europeus de Automóveis (ACEA) já se pronunciou sobre este relatório, referindo que “a indústria europeia de camiões está disposta a comprometer-se com metas ambiciosas para as emissões, desde que sejam tecnologicamente e economicamente viáveis no horizonte temporal definido”.

A ACEA vai mais longe e defende que “estas metas colocariam grandes problemas pois ignoram a realidade e complexidade do mercado dos camiões e os longos ciclos de desenvolvimento para os veículos pesados. Os camiões que chegarão ao mercado em 2025 já estão a ser desenvolvidos agora”.