Quantcast
Transportes

Ferrovia europeia será palco para testes com comboio a hidrogénio

comboio hidrogénio

A Infraestruturas de Portugal divulgou recentemente uma comunicação onde explica o projeto FCH2RAIL, um projeto que testará a integração de comboios movidos a células de hidrogénio na ferrovia europeia.

Segundo o noticiado, estão já em desenvolvimento projetos com a Toyota Motor Europe, que integrará esta ‘missão’ com o objetivo de fornecer e integrar módulos no novo protótipo de comboio a hidrogénio.

Apesar de este ser um projeto que poderá tornar-se híbrido, a ideia inicial é produzir um novo modelo que permita circulações ferroviárias sem emissões e sem cantenária.

“Recorde-se que em novembro de 2020,  Fuel Cells and Hydrogen Joint Undertaking (FCH JU), agência da Comissão Europeia dedicada à promoção do desenvolvimento do hidrogénio e das células de combustível, selecionou a proposta FCH2RAIL para iniciar as negociações do acordo de subvenção da União Europeia (UE) no valor de 10 milhões de euros (M€), num total de investimento de 14 M€”, afirma a IP em nota publicada no seu site.

“A Infraestruturas de Portugal integra o consórcio escolhido para este projeto e a participação da empresa acontecerá essencialmente na fase de testes, através da disponibilização da infraestrutura ferroviária para o efeito”, explica-se, adiantando-se que “quase metade das linhas ferroviárias da UE estão eletrificadas permitindo o transporte ferroviário livre de emissões. Nas restantes linhas são utilizados comboios a diesel. No âmbito do projeto FCH2RAIL, o consórcio de parceiros da Bélgica, Alemanha, Espanha e Portugal está a desenvolver e a testar um protótipo de comboio com zero emissões”.