Veículos

Ford Trucks chega a Portugal

Ford Trucks chega a Portugal

A Ford Trucks chegou, oficialmente, a Portugal de marca própria. Representada pela OneShop, a partir de Alverca, a Ford Trucks Portugal vai liderar os negócios e a expansão da marca de pesados no mercado português.

Além da sede, os responsáveis da Ford Trucks, que está baseada na Turquia e é controlada por uma sociedade que reúne a Ford Motors Co. e o Koc Group (com 41% cada) e tem 18% de capital disperso na Bolsa de Instambul, já anunciaram o plano de expansão para Portugal até 2021. Assim, além das instalações de Alverca do Ribatejo, sede do importador da Ford Trucks para Portugal e que funcionará como base da criação e expansão da rede comercial e de serviços pós-venda da marca, os responsáveis adiantaram que, para 2020, estão já em curso os preparativos para o alargamento da rede de concessionários a Leiria e ao Porto. Viseu e Algarve estão igualmente em pipeline, para a abertura de novos concessionários até 2021, seguindo a estratégia de garantir uma presença Ford Trucks nas regiões de maior densidade de pesados de mercadorias, em Portugal, devendo traduzir-se na criação de 25 postos de trabalho diretos e de 25 postos de trabalho diretos e indiretos em Portugal, ao longo dos próximos dois anos.

Em paralelo com a expansão da sua rede comercial, a Ford Trucks irá apostar no alargamento e reforço de valências pós-venda, para clientes nacionais, com destaque para a rede de assistência, presente em praticamente toda Europa, acessível através de um serviço de apoio ao cliente 24 horas.

Toda esta operação tem um investimento de quatro milhões de euros, que vai ser aplicado no arranque da operação e dois milhões de euros para desenvolver a rede de concessionários de pós-venda Ford Trucks, no mercado português.

A opção por Portugal foi explicada por Serhan Turfan, durante a conferência de imprensa nas novas instalações da companhia, em Alverca. O vice-presidente da Ford Trucks referiu que “a decisão de escolher Portugal foi bastante natural e decorre de ter uma localização geográfica privilegiada entre a Europa e África, dois mercados estratégicos para a nossa empresa”. Além disso, o responsável salientou que “em Portugal temos alguns dos portos mais importantes do oceano Atlântico, encontramos uma economia estável e desenvolvida”.

Bruno Oliveira, diretor-geral da Ford Trucks em Portugal

Num mercado que vendeu pouco mais de 4.300 unidades (pesados +16T), Bruno Oliveira, diretor-geral da Ford Trucks, não quis revelar o objetivo de vendas nem a quota que a marca pretende conquistar, salientando que “a intenção não é estarmos no mercado como um simples fornecedor. Queremos ser um parceiro e fazer parte da solução de negócios”; concluindo que “isso conquista-se com base na confiança”. Para tal Bruno Oliveira afirmou que a proximidade é um dos pilares, fazendo jus ao slogan da Ford Trucks “Sharing the load”.

“O mercado tem estado parado e há, praticamente, 30 anos que não existe uma nova marca no mercado português”, disse Bruno Oliveira.

Quanto à expansão da marca no território nacional, o responsável pela operação em Portugal adiantou que “já temos candidatos noutras zonas do país, mas não podemos, nem nos interessa, estar em todo o território, porque não é viável”, admitindo, contudo, “que foi muito bom ter pessoas a querer representar a marca”.

Serhan Turfan admitiu, no entanto, que os objetivos da marca passam por ter “5% de quota nos próximos cinco anos”, isto com base em dois pilares muito importantes: “confiança e comercial”.

Sinan Kayhan, senior manager, international markets projects da Ford Trucks International, concluiu que “o nosso produto não é um carro de passageiros. Quem conduz um veículo destes é para ganhar dinheiro. Por isso, entregamos o que se pode designar por ‘best value for the money’”.

O lado da confiança -e do conforto – “vem quando se conduz o camião. Aí, de facto, compreende-se por que o nosso Ford F-Max foi considerado International Truck of the Year 2019”, finalizou Kayhan.