Quantcast
Operadores Logísticos

Frota de longa distância da Dachser é reforçada com mega-camiões

A filial holandesa da Dachser, no âmbito da sua estratégia de proteção climática, apostou em veículos mais longos​, nomeadamente os LHV.

A filial holandesa da Dachser, no âmbito da sua estratégia de proteção climática, apostou em veículos mais longos​, nomeadamente os LHV (Longer Heavier Vehicle), para transporte transfronteiriço com destino a Frankfurt, na Alemanha.

Em comunicado, a empresa explica que a nova solução, também conhecida como eco-combi, oferece 30 por cento a mais de espaço de carga, face aos modelos anteriores. Tal vai permitir uma poupança de 124 viagens por ano nesta rota, “o que representa menos 20 mil litros de diesel e, portanto, uma poupança de cerca de 63 toneladas de gases com efeito estufa emitidos, anualmente”.

A Dachser, nos Países Baixos, foi uma das primeiras empresas de transporte a adotar o eco-combi, em 2009. “Temos vindo a apoiar, desde o início, uma maior implementação internacional desta solução de transporte ecológica”, afirma Aat van der Meer, General Manager de Dachser Benelux.

De acordo com Stefan Raimondo, General Manager do centro logístico da Dachser em Zevenaar, o futuro dos mega-camiões promete ser promissor: “Esperamos que o forte crescimento do número de eco-combis aumente ainda mais. A subida do preço do diesel e a poupança, em termos de tráfego e emissões, contribuem, claramente, para esse trajeto ascendente. Por isso, já estamos a trabalhar na criação de mais uma linha com estes mega-camiões para a Alemanha”.

Por sua vez, e no que se refere à Península Ibérica, a Dachser conta com 8 mega-camiões para assegurar várias rotas, nomeadamente, nas áreas de Madrid, Catalunha, Norte e Levante.